sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

“No palco, na praça, no circo, no banco de jardim...” (Chico Buarque)

A Trupe Arlequin, fundada em 2008 na cidade de João Pessoa, Paraíba, pelo artista e arte-educador formado pela Universidade Federal da Paraíba Diocélio Barbosa, nasceu com o intuito de dar continuidade a uma pesquisa coletiva iniciada em 2000 quando integrante do Grupo Quem Tem Boca é Pra Gritar.


A Trupe é formada por artistas que já possuem uma trajetória de trabalhos voltada para a arte do circo e do teatro: Diocélio Barbosa, Nady Costa, Claudia Cavalcante, Filipi Maciel, Márcio de Paula e Ana Valentim.

Com a pesquisa voltada para a investigação do corpo cênico a partir das técnicas de circo a Trupe Arlequin utiliza esta expressão para subsidiar suas montagens tanto dos experimentos teatrais como dos circenses e, com isto, disseminar e fomentar a valorização destas artes.

Compõem o repertório da Trupe os espetáculos ‘Sonho de Voar’ com direção de Eleonora Montenegro, ‘Circo Arlequin’ com direção de Diocélio Barbosa, e “Nada, Nenhum e Ninguém...” em parceria com o Grupo GECA (Grupo Experimental Cena Aberta) com direção Marcos Pinto.

Nesses três anos de existência a Trupe Arlequin vem promovendo importantes eventos circenses na Paraíba, a exemplo o I Balaio Circense em 2009, proporcionando o encontro entre artistas de circo e de teatro. Tornando-se referência enquanto articulador da arte paraibana.


Esta trajetória tem dado à Trupe o status de Grupo com pesquisa voltada para o Circo e Teatro na cidade.

OS ARLEQUINS DE CORAÇÃO

ESSE ESPAÇO É DEDICADO AS PESSOAS DE CORAÇÃO QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SURGIMENTO DA TRUPE ARLEQUIN.

.....MARCOS PINTO.........AMÉLIA NÓBREGA.....DUÍLIO CUNHA........SUZY LOPES

Informativo: FIQUE POR DENTRO!!!


Solicite através do nosso e-mail: trupearlequin@gmail.com o recebimento do nosso Informativo: "FIQUE POR DENTRO!!!"


Você ficará antenado em todas as nossas atividades como:

espetáculos, oficinas, projetos, etc.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

REPERTÓRIO

NADA, NENHUM E NINGUÉM...

.
Com Diocélio Barbosa, Márcio de Paula, Ana Valentim e Walter Olivério
O Espetáculo

Duas culturas aparentemente distintas se fundem no palco: O Ibérico e o Popular se encontram, dando origem a uma Trupe Mambembe de quatro bufos cômicos, que a "quatrocentos" anos perambulam pelas estradas com o desejo de montar o espetáculo "A Vida é Sonho". Baobá, o dono da Trupe comanda seus Atores/Bufões: Tebas, Zuriel e Filó na tentativa frustada de ver seu espetáculo em cena.















.....Encenador Marcos Pinto






.




CIRCO ARLEQUIN







Com: Claudia Cavalcante, Diocélio Barbosa, Filipi Maciel, Isabela Medeiros, Rafael Paiva e Nady Costa



.



O Circo Arlequin explora a rotina de personagens da vida real que adotam a vida noturna como o tempo de viver, quando experimentam momentos importantes de lazer e sobrevivência. Traz para o picadeiro as mais divertidas cenas clássicas dos palhaços que, com pantomimas, gags e reprises interativas com o público fazem no espetáculo um show dentro do show. Com técnica da interatividade, o trabalho nasce e renasce a cada apresentação, pois é recriado por cada público participante.



Um bar serve de pano de fundo para retratar as mais diversas estórias. O cardápio é diversificado: Entrada - pantomima e música; Prato Principal - saborosas habilidades circenses e Sobremesa - deliciosas atrapalhadas do palhaço Xulé.


Bom apetite!
 


































































SONHO DE VOAR







Solo de Diocélio Barbosa

Encenação: Eleonora Montenegro

Sonho de Voar simboliza o desejo de ultrapassar os limites, vencer a finitude do tempo, do espaço e do próprio corpo. É a vontade de se superar, de animar o espírito humano e de impulsionar as descobertas. O número circense é executado com movimentos que se alternam tanto no solo, como no ar. Foi construído tendo como base técnicas tradicionais de tecido aéreo, e complementado com movimentos interpretativos e acrobáticos contemporâneos.

































Este projeto foi contemplado pela "Bolsa Funarte de Incentivo à Criação ou ao Aperfeiçoamento de Números Circenses"





Assista o Trailer



video

REPERTÓRIO DE OFICINAS

CORPO POÉTICO DO ATOR

Criado e ministrado em parceria com o Grupo GECA, a oficina tem a subpartitura como alicerce no trabalho do ator, se apoiando na mimese corpórea. Não se limitando as relações com o texto para reger na cena a representação do corpo poético do ator.




EVOLUÇÕES AÉREAS E DE SOLO
São aplicados exercícios e dinâmicas que exploram a resistência, o condicionamento físico, a superação dos limites e a concentração, para a utilização nas técnicas de aéreos: Tecido, Trapézio e Lira, como nas de solo: Perna-de-pau, Acrobacias e Malabares.


INTERPRETANDO NAS ALTURAS

Com uma metodologia embasada em jogos TEATRAIS E TÉCNICAS CIRCENSES, pensadas a partir da linguagem do circo contemporâneo, a oficina tem como objetivo levar o participante a explorar as possibilidades de interpretação e improvisação utilizando aparelhos aéreos.


GENEROSIDADE NO RISO

No jogo de relação "Generosidade x Riso", a oficina faz um mergulho no universo lúdico, na humanidade e na seriedade do palhaço, objetivando as descobertas das possibilidades do risível. Despertando através de jogos e técnicas do universo palhacesco a liberdade e o reconhecimento do seu próprio 'ridículo.



CIRCO NA CENA
Oferece uma vivência com as Técnicas Circenses, com a finalidade de explorá-las na cena teatral, através de jogos de improvisos. Com o objetivo de descobrir o quanto as atividades circenses são ricas em seus recursos cênicos.




CIRCO RECREATIVO
A oficina destina-se ao público infantil, e é desenvolvida de uma forma recreativa proporcionando aos participantes uma vivência e um contato com as técnicas do mundo encantador do circo.


.


Participe das nossas oficinas, ministradas por profissionais qualificados na área circense e teatral.
Realizamos oficinas em festivais, colônia de férias, capacitação de grupos, etc.

..................................................................................................



MUVUCA CIRCENSE



A pré-estréia da Trupe Arlequin em João Pessoa na Muvuca Circense foi um sucesso! O público marcou presença na grande confraternização das artes circenses PARAIBANA, no dia 23/01/09 no Teatro Ednaldo do Egypto. A noite contou também com a participação mais que especial de profissionais e aprendizes da aérea circense.